Dicas, Exercícios

Descobrindo o seu tipo de pisada.

Um ótimo meio de se exercitar para quem anda enferrujado, sem tempo e sem dinheiro é, sem dúvidas, correr. Mais do que isso, correr é uma atividade gratuita, simples e ainda assim eficaz. Então, não tem desculpa para não começar a treinar! No último post sobre corrida falamos de planilhas de treinos mas nada disso é possível se não escolhermos um bom tênis, adequado ao nosso tipo de pisada.

É normal surgir uma dúvida sobre qual tênis é o ideal ao se deparar com milhares de modelos diferentes, cada um com suas características, com isso acabamos optando pelo modelo mais bonitinho, mais popular ou com preço mais atraente. Porém, é importante escolher o tênis certo para o seu tipo de pisada para evitar lesões (tipo aquela dorzinha no joelho que nunca te deixa em paz) e diminuição no rendimento do treino, além de beneficiar o desempenho físico, auxilia na solução de algum problema patológico.

Primeiramente é importante entender que a pisada está relacionada a varias características do sistema locomotor, como a postura corporal, sendo assim, existem três tipos de pisada:

• Neutra (a minha!) – Mais comum de todas, pode ser definida como uma pisada em arco normal e tem como principal característica impulsionar a passada com toda parte frontal do pé, com isso, o desgaste do solado do tênis é uniforme e o mais aconselhado é um neutro ou de estabilidade.

Pronada – Muito comum entre pessoas com pé chato. Essa tem como principal característica o uso da ponta dos pés, principalmente do dedão, para impulsionar a passada. Na pisada pronada fica aparente a formação, por conta do achatamento do pé em casa passada, de um arco pequeno e quase inexistente (conhecido como arco plano). Então, nesse tipo de pisada, é aconselhado um tênis que dê maior controle de movimento, estabilidade e amortecimento para que não ocorram lesões provenientes da pronação excessiva.

Supinada – Nesse tipo ocorre formação de um arco cavo. Na supinada, o corredor utiliza a parte externa do pé e, principalmente, a área do dedo mínimo para gerar o
impulso. Esse tipo de pisada é o mais incomum de todos e para proporcionar uma pisada mais natural é aconselhado o uso do tênis normal.

Esses então são os três tipos de pisadas conhecidas, mas agora vem a dúvida: como identificar o meu tipo de pisada? Bom, existe um teste chamado baropodometria que mapeia a distribuição da carga na sola do pé enquanto a pessoa caminha e ao final dá o diagnóstico de qual é o tipo de pisada.

 

Na imagem é possível ver que, dependendo da pisada, ocorrem impactos em diferentes áreas do pé.

“Mas camys,  eu não tenho como fazer esse teste! E agora?”. Existe um método caseiro bem simples e rápido para identificar o tipo de pisada. Basta pegar uma folha de papel e pisar nela como se estivesse caminhando (primeiro o calcanhar e depois a ponta do pé), quando terminar faça um contorno ao redor da pegada e compare com os modelos de pisada.

A loja de artigos esportivos Paquetá Esportes, muito boa por sinal, desenvolveu um guia de como escolher seu tênis de corrida, vale a pena ver!

Agora que você já sabe o seu tipo de pisada e encontrou seu modelo ideal de tênis, que tal sair da teoria e começar a praticar? ;)

Bjs ♥

Publieditorial 

Compartilhe

Veja também

16 Comentários

  1. aline lazari

    setembro 26, 2012 at 3:05 pm

    Bacana!
    Mas infelizmente meu problema não está só na pisada.
    Quando eu corro/caminho tenho dores fortíssimas na parte da frente da perna….
    Dói tanto que as vezes não consigo nem pisar!!!
    #tenso!
    E pior de tudo é que até hoje ninguém descobre o que é e como resolver!
    :X
    bjsssss

    Reply

    • Janaina Navarrette

      setembro 26, 2012 at 3:08 pm

      Aline, o melhor é pedir para um professor passar exercícios de musculação para fortalecer essa área. Eu tbm sentia dores na frente e atrás e com exercicios não sinto mais e corro numa boa! =)

      Reply

      • aline lazari

        setembro 26, 2012 at 3:59 pm

        Sério Janaina??
        E vc indica algum tipo de exercício que vc fez e deu certo?

        Reply

        • Janaina Navarrette

          setembro 26, 2012 at 7:43 pm

          Aline, eu faço um sobre e desce na ponta dos pés com caneleira para fortalecer a panturrilha e um aparelho que tem na minha academia que chama Rotary alguma coisa…
          Mas, se vc falar sobre essa dor com o professor, ele vai saber o que te passar.

          Reply

    • raaf

      setembro 29, 2012 at 11:23 am

      Aline, quando eu comecei minha R.A e as A.F, eu tbm sentia MUITAS dores na canela.. fiquei coisa de 2 semanas tomando remédio pra isso.. mas mesmo com dor, eu não deixava de fazer minha caminhada.. acredito eu, que essa dor EM MIM, era pelo excesso de peso e pela falta de costume.. afinal, eu pesava 110kg e não fazia nada da vida rs.. hoje, 10 meses depois e eu com 75kg, não sinto mais dor nenhuma :) mas realmente, se você estiver indo à academia, conversa com seu personal e explica a dor pra ele que ele vai ver alguns treinos pra isso.

      Reply

  2. Janaina Navarrette

    setembro 26, 2012 at 3:07 pm

    Outra dica para saber seu tipo de pisada é pisar na folha com os pés umidos ou molhados, para a marca ficar registrada e a visualização ficar mais fácil.

    Reply

  3. Pamela

    setembro 26, 2012 at 4:08 pm

    Olá Camilla!
    Passei pela mesmo que você e sei como nosso caminho é difícil e ao mesmo tempo gratificante. Comecei meu emagrecimento em agosto de 2011 e hoje já perdi 43kg. Tudo na base da reeducação alimentar.
    Só que serei bem honesta: ainda sou sedentária. Pretendo começar academia no próximo mês. Sei que não é desculpa para não fazer atividade física, mas não entrei antes por uma questão financeira e de tempo também.
    Conte com meu apoio! Estou te linkando ;-)
    Abraços,
    Pamela

    Reply

  4. Li

    setembro 26, 2012 at 6:33 pm

    Gente, a corrida é pra ser utilizada com cautela, algumas pessoas nem chegam a aconselhar para a perda de peso. Não é aconselhável pra quem tem muito peso pra perder, pelo contrário. Justamente pelo alto impacto nas articulações, as pessoas correm muito mais riscos de lesão, corrida é aconselhável para quem já está dentro do seu peso ou com pouco peso para perder. É um exercício muito puxado pra isso, fora que não é tão democrática quanto falam. Vc tem que treinar para correr, diferente da caminhada, que sim é democrática. E oferece muito mais segurança para então partir para a corrida.

    Reply

  5. Sally Barboza

    setembro 26, 2012 at 11:58 pm

    A minha é Supinada…sou anormal até na pisada….

    Reply

    • kell Nunes

      setembro 27, 2012 at 8:45 am

      tamo junto fiá kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Reply

  6. Júlia

    setembro 27, 2012 at 12:45 am

    Camys, qual seu e-mail? To precisando muito te mandar um e-mail e há tempos perguntei e você ainda não recebeu. Beijos!

    Reply

  7. rúbia penido

    setembro 27, 2012 at 6:54 pm

    engraçado pq eu sou pronadora do pé chato e usando um asics pronador sentia dores, não sei se pode ser pq corria tdo dia, mas enfim ,hj treino dia sim dia não com um nike neutro q ganhei e não sinto absolutamente nada, o amortecimento dele é
    mara! não é estranho?

    Reply

  8. Juliana Carvalho

    setembro 30, 2012 at 9:19 am

    Trauma desse tema.
    Tenho pé super chato em todos os sentidos. E pra ajudar riz jazz e ballet por alguns anos quando pequena… Resultado: Joanete e 300mil calor horrendos! Não satisfeita ainda usei SÓ All Start por aaaaanos!
    Com tudo isso, comprar tênis para treinar é um desafio! O último me rendeu dois tornozelos em carne viva por causa do atrito. =/
    E há 1 mês e pouco eu faço caminhada intercalada com corrida com o mesmo tênis todos os dias. Acho que ele já sabe a sequência do treino. Mas, é o único que não me machuca em lugar nenhum.

    Agora sabendo o tipo adequado de tênis vou tentar acertar na escolha.
    Obrigada mais uma vez, minha anja da RA e AF rs

    Reply

  9. Vanderlei Souza

    outubro 30, 2013 at 8:48 am

    Ola, gostaria de referencia da tabela em graus dos tipos de pisada.

    Grato.

    Reply

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Newsletter

Sobre

Paulista, 24 anos e ex-gordinha. Eliminou mais de 20kgs com reeducação alimentar + exercícios, e hoje em dia leva uma vida leve, equilibrada e com foco na busca pela felicidade. Criou o blog em 2011 para ajudar quem está no mesmo barco, a encontrar o equilíbrio saudável em suas vidas. Seja bem-vindo! <3 (+)

Facebook

Instagram

Youtube

Vídeo da Semana